NOTÍCIAS



Reforma da Previdência não será mais votada este ano, garante relator


20/04/2018



Relator da reforma da Previdência, Arthur Maia garantiu, no 17º Fórum do Lide, no Paiva, que o projeto não será votado este ano


Relator da Reforma da Previdência, o deputado federal Arthur Maia (DEM-BA) reforçou que o projeto não será mais votado este ano. A afirmação foi feita durante o 17° Fórum Empresarial do Lide, que acontece nesta sexta-feira (17) em Pernambuco, na Praia do Paiva. Ele disse que, agora, a única perspectiva é cobrar dos candidatos à Presidência da República uma posição clara sobre a aceitação do projeto que visa à alterar as atuais regras de aposentadoria no País.

"A reforma ainda não foi aprovada porque a sua comunicação é problemática. É difícil comunicar tanta coisa. Mas houve avanços porque conseguimos convencer muita gente de que a reforma necessária. É possível avançar com mais facilidade agora. Então, agora devemos cobrar dos candidatos uma posição clara", afirmou Maia, parabenizando os presidenciáveis presentes no evento (Flávio Rocha, Paulo Rabello de Castro e Álvaro Dias) pelo apoio à pauta.

O parlamentar ainda disse que o próximo presidente pode aproveitar o projeto que está na Congresso Nacional. Ele lembrou também que o projeto inicial já passou por uma série de modificações.  "Era um projeto duro", avaliou o relator, que apresentou os principais pontos do seu parecer. São eles: idade mínima para a aposentadoria (65 anos para homens e 62 para mulheres), igualdade de regra entre o regime público e o privado, regras especiais para categorias como policiais, proibição de acúmulo de pensão e aposentadoria a partir de dois salários mínimos e regras de transição.

 

Marina Barbosa/Folha de Pernambuco

 

 

<< VOLTAR